Como CIOs estão aumentando os negócios em meio à crise econômica

A pandemia provocou uma recessão econômica global e, dois anos depois, empresas de todo o mundo continuam a sentir seus efeitos

Segundo o Banco Mundial, a frágil recuperação econômica e a inflação elevada, ambas agravadas pela invasão da Ucrânia, aumentam o risco de “estagflação1” – uma mistura tóxica de crescimento lento, preços altos e aumento de desemprego –, que pode prolongar a situação crítica pelos próximos anos.

Enfrentando custos de combustível e energia cada vez maiores, juntamente com o agravamento da escassez de recursos e componentes, pequenas e médias empresas em todo o mundo estão se preparando para uma recessão iminente. Mas justamente no momento em que as empresas devem reavaliar suas estratégias e operações para proteger seus resultados financeiros, seu capital é extremamente necessário para investimentos em transformação digital – o que 60% dos executivos seniores acreditam que impulsionará o crescimento2 em 2022.

Entre estes dois objetivos encontra-se o CIO e seu papel indispensável em equilibrar as contas enquanto lidera a inovação tecnológica para estimular o desempenho da empresa. Abaixo, exploramos algumas estratégias de redução de custos e aumento de receita que CIOs têm implementado para ajudar seus negócios não apenas a sobreviver, mas também a prosperar durante as dificuldades econômicas atuais.

 

Corte de gastos

Com uma ruptura econômica no horizonte, o gerenciamento inteligente de custos está se tornando cada vez mais necessário para garantir que as empresas possam enfrentar as crises econômicas de hoje e de amanhã. E em nosso mundo cada vez mais digital, é essencial liberar recursos para investimentos em tecnologia para que seja possível traçar e implementar estratégias de aumento de receita.

Adoção da abordagem “planejar com antecedência”

Durante a crise, os principais CIOs conseguiram reduzir seus gastos com TI adotando uma abordagem holística e proativa de “planejar com antecedência” para identificar as oportunidades de redução de custos e estratégias de ação no momento ideal. Na prática, uma vez identificadas as áreas do orçamento de TI que podem ser simplificadas, os CIOs usam dados para considerar a praticidade, velocidade, necessidade e escala das reduções para maximizar a potencial economia.

Aproveitamento da flexibilidade

Uma das maneiras mais rápidas e eficazes de cortar custos é aproveitar a flexibilidade incorporada à base de custos do departamento de TI. Ao identificar áreas com demanda reduzida e posteriormente reduzir o suporte para esses sistemas de TI, ao mesmo tempo em que limitam a demanda por serviços e aplicativos, os CIOs estão reduzindo seus gastos com TI em até 30%3. Tomando medidas tais como trocar de suporte on-site para suporte remoto e mudar para níveis de serviço mais baixos, essa abordagem de “o mínimo necessário” garante que a TI seja operada de forma suficiente, e não de forma excessiva, ao mesmo tempo em que promove um impacto mínimo ou nenhum impacto no desempenho.

Repensando o gerenciamento de ativos de TI

Esses cortes conduzidos pela flexibilidade incluem acabar com compras caras de novos hardwares. Como alternativa, ao reavaliar a estratégia de gerenciamento de ativos de TI, os CIOs podem identificar oportunidades para postergar ou interromper os investimentos de CAPEX, desativar sistemas com menor uso e substituir peças ineficientes por ativos recondicionados mais baratos e, assim, reduzir significativamente os gastos ao longo do ciclo de vida do ativo. Na prática, isso pode se concretizar através de uma parceria com um fornecedor independente (TPM) para estender a vida útil dos ativos existentes, permitindo que os CIOs reduzam os custos de manutenção pós-garantia do fabricante enquanto se beneficiam de Acordos de Nível de Serviço (SLAs) flexíveis e customizados às suas necessidades.

 

Aumento da receita

De acordo com a pesquisa State of the CIO de 2019 da IDG, mais de 60% dos CIOs4 agora são responsáveis por criar iniciativas de geração de receita ou fazem parte de uma equipe que o faz. E em 20225, a IDG descobriu que cada vez mais CEOs esperam que CIOs liderem negócios digitais e atividades de transformação para aprimorar a experiência do cliente e maximizar a eficiência das operações.

Os CIOs não estão mais focados apenas em desenvolver tecnologia, e sim em usá-la como uma ferramenta para alcançar a transformação do negócio no longo prazo e gerar crescimento de faturamento, principalmente por meio de investimentos calculados em soluções inovadoras.

Maximização de dados com tecnologia

Os CIOs podem maximizar o valor de seus dados usando-os juntamente com desenvolvimentos tecnológicos inovadores, como IA e machine learning, para criar novas propostas de valor e identificar novos fluxos de receita em potencial. Ao se aprofundar nos dados de desempenho de cada departamento, projeto ou iniciativa, os CIOs podem canalizar recursos para as áreas da empresa que promovem o maior crescimento e se afastar daquelas que são menos benéficas ou prejudicam o desempenho. Os CIOs também estão aproveitando dados externos para rastrear padrões e comportamentos de negócios atuais para garantir que quaisquer estratégias de geração de receita possam ser adaptadas ao ambiente atual.

Além disso, ao combinar dados externos com insights internos operacionais, de vendas e marketing, os CIOs estão ajudando a implementar estratégias que melhoram a experiência do cliente, o que, por sua vez, ajuda a alcançar novos clientes, impulsionar as vendas e melhorar a reputação da marca – com benefícios significativos de aumento de receita.

Automatização dos principais processos

Outra maneira importante pela qual os CIOs estão aumentando a receita – e coletando dados – é por meio da automação dos principais processos de negócios e TI. Isso inclui oferecer aos clientes e funcionários opções de autoatendimento que possam atender melhor às suas necessidades e melhorar suas experiências. A automatização também oferece diversos outros benefícios de aumento de receita, como redução do tempo de ciclo, eliminação de erros, minimização de retrabalho, corte de custos de mão de obra e garantia de conformidade.

Crucialmente, a automação inteligente através do uso de machine learning é capaz de acelerar o ritmo da transformação digital, o que é especialmente importante considerando que as organizações totalmente engajadas na transformação digital experimentam quase o dobro do crescimento da receita6 do que aquelas que estão menos dispostas a seguir este caminho.

 

Uma abordagem holística para o “novo normal”

60% dos CIOs7 atualmente enfrentam interrupções contínuas relacionadas à COVID. Os impactos iniciais da pandemia estão finalmente reduzindo, mas a economia global continua vulnerável a turbulências e flutuações. O relatório Global Economic Prospects prevê que, se a inflação permanecer elevada, isso poderá resultar em uma forte desaceleração global e uma crise financeira8 nos mercados emergentes e países em desenvolvimento.

A interrupção contínua é representativa da “nova norma”: tempos em que a inflação e a escassez podem piorar e se tornar ocorrências rotineiras, pois os recursos finitos continuam sendo esticados até seus limites. Além disso, gargalos de transporte, custos de energia crescentes, falta de componentes, escassez de competências e problemas de estoque também estão aumentando o custo financeiro das empresas em todo o mundo.

Ao acionar as estratégias abordadas, que reconhecem a estreita interconexão entre redução de custos e priorização de capital para investimentos tecnológicos, os CIOs são capazes de adotar uma abordagem mais holística para ajudar a mitigar a incerteza e maximizar o desempenho dos negócios nestes momentos difíceis.

 

Priorização do desempenho em sua TI

Na Evernex, oferecemos uma ampla variedade de serviços desenvolvidos para te ajudar a aproveitar ao máximo seu equipamento. Seguimos práticas avançadas da indústria e do meio ambiente, auxiliando a moldar um cenário mais sustentável e lucrativo no mundo da TI.

Especialmente agora, entendemos a pressão que os CIOs estão sofrendo para cumprir suas metas financeiras e de desempenho. Se você precisar de suporte para garantir que sua estratégia de TI atinja seus objetivos, entre em contato conosco hoje mesmo e um de nossos especialistas terá o prazer em te ajudar.

 

Fontes

  1. ‘Stagflation Risk Rises Amid Sharp Slowdown in Growth’. The World Bank. June 7, 2022. Global Economic Prospects June 2022 (worldbank.org)
  2. Yokoi, Tomoko. 2022. ‘Funding Digital Transformation Growth in 2022.’ Forbes. February 4, 2022. Funding Digital Transformation Growth In 2022 (forbes.com)
  3. Blumberg, Sven, Peter Peters, Gerard Richter & Christian Stuer. 2020. ‘A practical way for CIOs to manage IT costs through the COVID-19 crisis.’ McKinsey. April 2020. a-practical-way-cios-can-manage-it-costs.pdf (mckinsey.com)
  4. Boulton, Clint. 2019. ‘Revenue-generating CIOs share hard-earned advice.’ CIO. January 30, 2019. Revenue-generating CIOs share hard-earned advice
  5. ‘State of the CIO study 2022.’ Foundry. 2022. State of the CIO Study 2022 • Foundry (foundryco.com)
  6. McKendrick, Joe. 2021. ‘Digital Raises Revenues, But Unevenly, Study Says.’ Forbes. September 29, 2021. Digital Raises Revenues, But Unevenly, Study Says (forbes.com)
  7. ‘7 in 10 businesses preparing for 2022 recession.’ Time Finance. June 22, 2022. 7 in 10 businesses preparing for 2022 recession // Time Finance News
  8. ‘Stagflation Risk Rises Amid Sharp Slowdown in Growth’. The World Bank. June 7, 2022. Global Economic Prospects June 2022 (worldbank.org)
COMPARTILHAR:

Enquire now